enem 2013

Ministro descarta realização de duas edições do Enem 2013


Mercadante descarta a realização de duas edições do Enem em 2013

Atualizada em: 22/11/2012

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante descartou a possibilidade de haver duas edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para todos os estudantes em 2013. Segundo ele, no ano que vem, o Ministério da Educação seguirá tendo a edição regular da prova e a aplicada para pessoas dentro  dos presídios e instituições sócioeducativas. Essa, segundo ele, já é uma segunda edição do exame. Essa afirmativa vai contra o que havia sido informado pela presidente da República, Dilma Rousseff, que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) teria duas edições em 2013.

"Não estamos trabalhando com essa possibilidade", afirmou ele, quando perguntado sobre a chance de o Ministério da Educação criar duas datas para a realização da prova, que serve como processo seletivo para dezenas de universidades públicas e programas de bolsa de estudo, financiamento estudantil e intercâmbio.

Neste ano, Mercadante afirmou que "no máximo 400" candidatos do Enem realizado em 3 e 4 de novembro terão a chance de refazer a prova, por diversos motivos. "É muito pouca gente", disse ele na tarde desta quarta, após a entrega do Prêmio Santander Universidades, em São Paulo.

Segundo o ministro, "alguns alunos que tiveram ocorrências desfavoráveis nesse Enem anterior" e, por isso, "vão ter a chance de fazer [uma segunda prova]".  Ele afirmou que foram "poucas" as ocorrências durante o Enem que instaram o MEC a abrir essas exceções. "Tivemos no Acre uma escola dos sabatistas que à noite teve queda de energia, tivemos muito poucos estudantes com deficiência que receberam o ledor, mas não tinham a prova em braile no primeiro dia", disse.

Mercadante também citou o caso de  Pâmela Oliveira Lescano, de 17 anos, que deu à luz seu filho minutos antes do início do segundo dia do Enem.

A escolha de não realizar uma segunda edição do Enem, de acordo com o ministro, serve para que o MEC e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que aplica o exame, se concentrem em "aperfeiçoar e consolidar o Enem".


Banco de itens, correção e abstenção

Um dos passos para isso é ampliar o banco de questões. "Ampliamos muito [o banco de itens] esse ano. Demos um salto extraordinário, fizemos várias oficinas de elaboração de questões, monitoradas pelo Inep com todas as universidades envolvidas, fortalecemos muito o banco de questões." O objetivo, nesse caso, é que um dia o banco tenha um volume suficiente de itens que permita que ele seja aberto para consulta para que os estudantes estudem "o que está lá" e não seja necessário manter sigilo. Atualmente, o MEC não informa o número de questões no banco.

Outro desafio, segundo o ministro, é corrigir as provas de múltipla escolha e a redação, que, neste ano, será devolvida aos candidatos para fins pedagóciso. Mercadante afirmou que este é "um esforço muito grande" que exames do porte do Enem em outros países não realizam.

Outro estudo em andamento no MEC diz respeito ao índice de abstenção da prova - neste ano, a porcentagem de candidatos faltantes foi de 27,9%.

"Estamos estudando também os alunos que se inscrevem e não fazem [o exame], para ver que tipo de providência podemos tomar. Queremos primeiro aperfeiçoar e consolidar o Enem", disse.


Melhores escolas segundo notas do Enem 2011

O MEC (Ministério da Educação) divulgou as notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2011 por escola. Somente dez escolas públicas estão entre as 100 primeiras colocadas.

A maior nota entre as escolas do país é a do Objetivo Colégio Integrado, de São Paulo, que obteve média geral 737,152. A escola pública com a melhor nota geral é o Colégio de Aplicação da UFV (Universidade Federal de Viçosa), em Minas Gerais, com nota 704,285.

Entre as cem escolas com melhores notas no Enem 2011, apenas 10 são da rede pública de ensino. Entre elas, oito são federais, duas estaduais e nenhuma municipal.

 

Compartilhe este site com seus amigos!

Vestibulando Web - Copyright 1999-2012. Todos os direitos reservados.
Enem 2011

Ponto.Br