INEP - ENEM

Atualizada em: 10/08/2017

Confira informações sobre o INEP, órgão responsável pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio)

O Inep, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira é uma autarquia federal, responsável pela aplicação e organização de vários exames para aferir a educação brasileira. O órgão é vinculado ao Ministério da Educação, MEC.

O Enem, Exame Nacional do Ensino Médio, que envolve milhões de estudantes brasileiros, é planejado, organizado e executado pelo Inep.
Todas as informações relativas ao Enem são planejadas pelo Inep tais como Edital, datas, elaboração das provas e todo o gerenciamento referente ao Exame Nacional.

O órgão conta com a colaboração das Forças Armadas para segurança do Exame e de outras empresas tais como a Fuvest, que fará a correção das redações, de acordo com as orientações do Inep.

Conforme o Inep, o Enem é um exame muito versátil, que pode ser aproveitado para diversas finalidades:

Em concursos e Intercâmbios

- Concurso CFO, que é o Curso de Formação de Oficiais da Paraíba, utiliza as notas do Enem para seleção de seus candidatos;

- Concurso da Seplag, Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, em Minas Gerais, também utiliza as notas do Exame como primeira fase para seleção de seus candidatos;

- A Brigada Militar do Rio Grande do Sul, utilizará as notas do Exame para seleção de seus candidatos;

- Intercâmbios em diversos países, de acordo com convênios firmados com o MEC.

Outras finalidades do Enem

- Bolsa de Estudos ProUni – Programa Universidade para Todos

As notas do Enem servem para concorrer ao Programa Universidade para Todos (ProUni), que é uma iniciativa do Governo Federal, que concede bolsas de estudos parciais e integrais em faculdades particulares para quem ainda não tem um diploma de nível superior.

O ProUni acontece duas vezes ao ano, no início do primeiro e segundo semestres. Para se inscrever, é obrigatório ter feito o Enem no ano anterior e ter um bom desempenho no Exame: pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação.

Quanto maior a nota do Enem, maiores são as chances de conseguir uma bolsa em faculdade particular pelo ProUni. O processo seletivo classifica os candidatos exclusivamente pela nota do Enem, preenchendo as vagas com aqueles candidatos que obtiveram as maiores notas no Exame e concorrem a uma vaga no mesmo curso e faculdade.

O ProUni tem ainda requisitos de renda e escolaridade, entre outros. O processo é gratuito e as inscrições são feitas pela Internet, usando o mesmo número de inscrição e senha do Enem.

- Acesse as notas de corte das últimas edições do Prouni

2- Vaga nas universidades públicas pelo Sisu, Sistema de Seleção Unificada

As notas do Enem servirão para a Sistema de Seleção Unificada, um programa do Governo Federal que classifica candidatos a uma vaga em universidades públicas utilizando somente a nota do Enem, sem a necessidade de fazer o Vestibular Tradicional.

O Sisu acontece duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestres. Não há limite de renda para participar; mas o candidato precisa ter feito o Enem no ano imediatamente anterior e não pode ter zerado na redação. As universidades participantes podem determinar notas mínimas para ingresso em seus cursos de graduação.

As inscrições para o Sisu são gratuitas e são realizadas na página do MEC.

- Acesse as notas de corte para Medicina do Sisu 2017

- Veja ainda as notas de corte por área de conhecimento

3-Financiamento Estudantil – FIES

O FIES é um programa de financiamento do Governo Federal, que auxilia no custeio de um curso de graduação na faculdade de iniciativa privada. A taxa de juros é baixa e o estudante só começa a pagar a dívida um ano e meio depois de formado.

Para se inscrever no FIES é obrigatório também cumprir o requisito de renda familiar; além de participar do Enem com nota igual ou superior a 450 pontos e nota maior que zero na redação.

O Fies terá três modalidades de financiamento, com iniciativas pública e privada e envolverá outros critérios de renda.

4- Complemento ao Vestibular

Algumas universidades, principalmente as públicas, utilizam as notas do Enem para complementar a nota do Vestibular.

As regras e critérios de seleção variam bastante entre as instituições de Ensino. De maneira geral, se o candidato for bem no Enem, ele poderá usar a nota juntamente com o Vestibular Tradicional para melhorar sua pontuação e; assim, aumentar suas chances de conseguir uma vaga no curso superior dos seus sonhos.

5- Substituição ao Vestibular

Em alguns vestibulares, a nota do Enem poderá substituir completamente as provas do Vestibular. Basta apresentar o boletim de desempenho do Enem, caso ele esteja dentro dos critérios exigidos pela universidade, é só efetivar a matrícula.

Tal substituição acontece frequentemente em faculdades privadas e as notas mínimas variam de acordo com a instituição e a concorrência pelas respectivas vagas.

Fique atento às datas e cronogramas do Enem, SiSU e ProUni, pois são curtos os prazos de inscrições. Participe de nossas redes sociais e tenha acesso a vários materiais importantes: FacebookGoogle+ e Twitter. Compartilhe este material.

Recomendamos para você
Comentários