Notas máximas e mínimas do Enem 2013

Atualizada em: 20/01/2014

Inep divulgou as notas máximas e mínimas da prova do Enem 2013

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), divulgou as notas mínimas e máximas em cada uma das provas do exame, aplicado em novembro do ano passado.

A área do conhecimento que teve a maior nota foi Matemática e suas tecnologias, com a nota máxima de 971,5; a menor pontuação nesta área foi 322,4 pontos. Em Ciências da Natureza, o melhor desempenho foi de 901,3 pontos, como 311,5 como a menor pontuação.

A prova de Ciências Humanas registrou a nota máxima de 888,7, e a mínima de 299,5. O melhor desempenho em Linguagens e Códigos foi de 813,3 pontos, enquanto a menor pontuação ficou em 261,3.

A metodologia utilizada para correção do Enem é a Teoria de Resposta ao Item (TRI), modelo estatístico que permite que diferentes edições da prova sejam comparáveis. Na TRI, leva-se em conta para o cálculo da nota não apenas o número de acertos do candidato, mas o nível de dificuldade de cada item. Na TRI, leva-se em conta a coerência das respostas do participante diante do conjunto das questões que formam a prova. 

Por isso, o número de acertos não tem correspondência direta com a pontuação final.

Também não é possível comparar o número de acertos nas provas de diferentes áreas do conhecimento. Se um aluno acerta a mesma quantidade de itens nas provas de matemática e ciências humanas, por exemplo, não significa que a pontuação obtida será igual. Isso porque o nível de dificuldade de cada prova e dos diferentes itens que a compõe afetam esse cálculo final.

ENEM 2013: ESCALA DE PROFICIÊNCIAS MÁXIMAS E MÍNIMAS

  Ciências humanas Ciências da natureza Linguagens e códigos Matemática
Mínima 299,5 311,5 261,3 322,4
Máxima 888,7 901,3 813,3 971,5

 

ENEM 2012: ESCALA DE PROFICIÊNCIAS MÁXIMAS E MÍNIMAS

  Ciências humanas Ciências da natureza Linguagens e códigos Matemática
Mínima

295,6

303,1

295,2

277,2

Máxima

874,9

864,9

817,9

955,2

 

Em 2012, as notas dos inscritos em ciências humanas saíram de 295,6 e chegaram a 874, 9 (e foram mais altas que as de 2011:  252,6 e 793,1 respectivamente).

Em ciências da natureza, a mínima foi de 303,1 e a máxima alcançou 864,9 pontos (a nota máxima foi 867,2 e a mínima, 265 em 2011).

Em linguagens e códigos, o inscrito com o pior desempenho tirou 295,2 e o com melhor nota, 817,9 (a nota mais alta foi 795,5 pontos e a menor 301,2 pontos em 2011). 

Na área de matemática, a nota mais baixa foi 277,2 e a mais alta, 955,2 (em 2011, a pontuação mínima foi 321,6 e a máxima 953).