entenda a nota do enem 2011

Provas do Enem 2011 foram dias 22 e 23 de outubro


Entenda a nota do Enem

Atualizada em: 21/12/2011

Foi divulgado nesta quarta-feira, 21/12, pelo Ministério da Educação (MEC), as notas do Enem 2011. Para visualizá-las, a pessoa deve entrar com seu CPF e a senha cadastrada no sistema. Uma vez com os resultados, quase sempre, surge a pergunta: Como funciona a nota do Enem?


- Sisu 2012 terá mais de 108 mil vagas

- Inscrições para o SiSU 2012


Ao acessar seu boletim, o aluno verá 5 notas diferentes, que correspondem à nota de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias, além da nota de Redação. Para cada área, a nota varia de 0 a 1.000 pontos.

 

Entenda a nota do Enem


A partir do desempenho dos participantes, o Inep constrói uma escala de notas máximas e mínimas que permite ao aluno comparar seu desempenho com o dos demais estudantes. A escala será divulgada posteriormente pelo instituto. Em 2010, as notas máximas dos candidatos foram: Matemática 973,2 pontos; Ciências Humanas 883,7 pontos; Ciências da Natureza 844,7 pontos; e Linguagens e Códigos 810,1 pontos. . Confira as provas do Enem 2011.

 

Utilização das Notas do Enem

Para o ProUni, o que interessa é a média das cinco notas. Pelo ProUni o aluno pode conseguir bolsa integral ou parcial para a graduação em entidades privadas, pois, cada Instituição pode atribuir um determinado peso para cada área, dependendo do curso. Assim, por exemplo, para quem pretende fazer engenharia civil, a instituição poderá atribuir um maior peso à matemática e à nota de ciências da natureza, e um menor peso, por exemplo, para ciências humanas.


Como o Inep chega à nota de cada área?
O INEP utiliza um modelo estatístico, empregado nos Estados Unidos, denominado de Teoria de Resposta ao Item (TRI). Através desse modelo é possível comparar provas de diferentes edições.

Também é importante ressaltar que as questões do Enem são pré-testadas, isto é, já foram feitas por um grupo de estudantes e, então, é conhecido o grau de dificuldade de cada uma delas. A prova do Enem é, então, constituída por questões fáceis, medianas e difíceis.

Através de estatísticas e teorias matemáticas, a TRI analisa as respostas do aluno. Assim, por exemplo, se um aluno errou muitas questões fáceis e acertou muitas questões difíceis, isso é interpretado como pouco provável, ou seja, o aluno chutou e, nesse caso, a nota cai.

Dessa forma, a nota final não depende exatamente do número de questões que o aluno acertou, mas de uma coerência entre os graus de dificuldade das questões acertadas. Busca-se, assim, evitar que o aluno entre na Universidade através do fator “sorte”.

 

Compartilhe este site com seus amigos!

Vestibulando Web - Copyright 1999-2011. Todos os direitos reservados.
Entenda a nota do Enem 2011

Ponto.Br